segunda-feira, 28 de junho de 2010

O MESTRE ZEN E O ESPADACHIM!


Era uma vez um jovem espadachim que foi visitar um mestre zen.
Ao encontrar-se com o mestre, ele não pode conter o sentimento de inferioridade.
Confuso com aquele sentimento, o espadachim se dirigiu ao mestre e perguntou:
- Mestre, por que me sinto inferior a você?
Porque esse sentimento veio de forma incontrolável?
O mestre respondeu:
- Ao cair da noite você terá a resposta.
O dia passou lentamente e, enfim, anoiteceu.
O espadachim continuava incomodado pelo sentimento que o atormentava.
Ele viu que o mestre observava a lua através da janela.
Então, aproximou-se e perguntou:
- Por que continuo com esse sentimento, mestre?
O mestre zen, então, pediu ao espadachim que observasse duas árvores do jardim.
Elas estavam lado a lado, uma era grande e a outra pequena.
A lua cheia iluminava o jardim todo, inclusive as duas árvores.
Depois de um tempo em silêncio, o mestre zen perguntou ao espadachim:
- Por acaso você acha que alguma dessas duas árvores se sente superior ou inferior uma à outra?
E o espadachim respondeu:
- Não.
- E por quê? perguntou o mestre.
O jovem espadachim refletiu por um momento e encontrou a resposta:
- Elas não se sentem assim porque não se comparam.

VALOR DAS PESSOAS...

O ASSASSINATO...

E se eu quisesse terminar?
Rir de tudo na sua cara
O que você faria?
E se eu caísse no chão?
Não pudesse mais agüentar
O que você faria?
Venha me destruir!
Me enterre, me enterre!
Eu terminei com você!
E se eu quisesse lutar?
Implorar pelo resto da minha vida
O que você faria?
Você diz que queria mais
O que você está esperando?
Não estou correndo de você
Venha me destruir!
Me enterre, me enterre!
Eu terminei com você!
Olhe nos meus olhos
Você está me matando, me matando!
Tudo que eu queria era você!
Eu tentei ser alguém que não sou,
Mas nada pareceu mudar
E eu sei agora,
isto é o que eu realmente sou!
Finalmente eu me encontrei!
Lutando por uma chance,
Agora sei quem realmente sou!
Ohhh, ho ohhhOhhh, ho ohhhOhhh, ho ohhh
Venha me destruir!
Me enterre, me enterre!
Eu terminei com você, você, você!
Olhe nos meus olhos!
Você está me matando, me matando!
Tudo que eu queria era você!
Venha me destruir!
Me destruir, me destruir
E se eu quisesse terminar?
(The Kill - 30 Seconds To Mars)

video

CORAÇÃO PODRE!



Nem todas as palavras do mundo,
Conseguirão exprimir o que sinto por ti;
Nem todos os segundos de inúmeras horas
Serão suficientes para estar ao teu lado...

Esfola-me,
Odeia-me,
Só não esqueças,
Que eu te amei!

Sei que serei esquecido,
Assim é a lei deste mundo
Um sonho bom e bonito,
Só dura um segundo

Amor paixão
Doces sonhos que se vão
Então no fim restam porções de,
um podre coração